ÚLTIMA SEMANA DE INSCRIÇÕES PARA O 26° FESTCURTASBH, QUE ACONTECE ENTRE OUTUBRO E NOVEMBRO DE 2024,NO PALÁCIO DAS ARTES E NA CIDADE DE NOVA LIMA

Submissões de filmes são gratuitas, e podem ser feitas até as 23h59 do dia 30 de junho; além da programação presencial, que ocorre em Belo Horizonte e na cidade da região metropolitana, haverá ainda uma seleção de obras disponíveis na plataforma virtual cineHumbertoMauro/MAIS 


Fechamento do prazo de inscrições para o 26º FestCurtasBH – Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte

Período: Até 30/6 (domingo)

Local: Site oficial do FestCurtasBH e plataforma internacional ShortFilmDepot

Inscrições gratuitas

Informações para o público: (31) 3236-7400


Troféu Capivara FestCurtasBH (Créditos: Paulo Lacerda)

FestCurtasBH – Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte chega à sua 26ª edição em 2024 celebrando os 30 anos de realização do evento, um dos mais importantes de difusão e promoção da produção mundial de curtas-metragens no Brasil. Dando largada a esta programação de destaque no circuito nacional de festivais, a Fundação Clóvis Salgado encerra no dia 30 de junho (domingo) o período de inscrições de filmes. As submissões são totalmente gratuitas, e exclusivamente pelo site oficial do FestCurtasBH e pela plataforma internacional ShortFilmDepot. Podem ser inscritos curtas-metragens finalizados nos anos de 2023 e 2024. A data de finalização da obra, para filmes não-inéditos, deve ser considerada como a primeira data de exibição pública. São aceitos curtas-metragens com até 45 minutos de duração, de todos os gêneros (exceto filmes publicitários, institucionais, seriados e videoclipes), finalizados em película 35mm, 16mm ou em qualquer formato digital (DCP 2K e 4K, DCP 3D, entre outros). O 26º FestCurtasBH – Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte acontece de 25 de outubro a 3 de novembro de 2024, nos espaços do Cine Humberto Mauro e Sala Juvenal Dias, no Palácio das Artes, e na plataforma virtual cineHumbertoMauro/MAIS. Logo após este período, a cidade de Nova Lima também receberá, pela primeira vez, a programação do FestCurtasBH, com reprises das sessões competitivas entre os dias 6 e 9 de novembro na cidade da região metropolitana.

A seleção dos curtas-metragens será realizada por uma comissão especializada, com comprovada atuação na área cinematográfica, indicada pela produção do Festival, que fará a curadoria das mostras competitivas e paralelas, e cujos nomes serão divulgados no site da Fundação Clóvis Salgado e do FestCurtasBH. O julgamento terá como critérios de avaliação as propostas estéticas e conceituais que se utilizem criativamente dos meios expressivos do audiovisual; a relevância conceitual e temática dos curtas; a inovação; o impacto social e cultural; a contribuição para o aprimoramento da linguagem audiovisual; e a qualidade da narrativa e abordagem cinematográfica. Os filmes selecionados para as Mostras Competitivas serão avaliados por um Júri Oficial convidado pelo Festival, e concorrerão ao Troféu Capivara de Melhor Filme em cada categoria (Minas, Brasil e Internacional), além de Prêmio no valor bruto de R$5.000,00 (cinco mil reais). Todos os filmes que participam de mostras competitivas e paralelas concorrem ainda ao prêmio do Júri Popular, que será definido a partir de votação do público durante a mostra, e dará ao vencedor, além do Troféu, o valor bruto de R$3.000,00 (três mil reais).

Ministério da CulturaGoverno de Minas GeraisSecretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais e Fundação Clóvis Salgado apresentam o “Fechamento do período de inscrições para o 26º FestCurtasBH – Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte”, realizada por meio do Termo de Parceria entre a Fundação Clóvis Salgado e a Prefeitura de Nova Lima. As atividades da Fundação Clóvis Salgado têm Patrocínio Master da Cemig e Instituto Cultural Vale, Patrocínio Prime do Instituto Unimed-BH e da ArcelorMittal e Correalização da APPA – Cultura e Patrimônio. Governo Federal, Brasil. União e Reconstrução.

Três décadas de sucesso – Nos últimos anos, o FestCurtasBH tem recebido anualmente cerca de 3 mil filmes nacionais e internacionais, exibindo uma média de 150 obras e sendo acompanhado presencialmente por milhares de pessoas no Palácio das Artes. Fruto de uma intensa política pública do Governo de Minas e da Fundação Clóvis Salgado, que celebram a linguagem do curta-metragem em seus diversos desdobramentos, o Festival tem sido, ao longo dos anos, terreno fértil para debater as múltiplas vertentes criativas do cinema. Aberto a todos os gêneros e formatos, o FestCurtasBH se volta com particular interesse à experimentação e às formas fílmicas engajadas e inventivas. O Festival enfatiza também seu caráter de pesquisa e tem se dedicado a refletir sobre a história do cinema, revolvendo, junto aos filmes, algumas de suas linhas de força e operações estéticas, como a legitimação, apagamento e retomada de obras, autores e procedimentos.

Além das tradicionais Mostras Competitivas – Minas, Brasil e Internacional –, o Festival conta com as Mostras Paralelas e Especiais, com diferentes propostas temáticas e estéticas. A programação também inclui sessões com recursos de acessibilidade, debates, comentários, mesas-redondas, exposições, shows de abertura, seminários, palestras, cursos, convidados nacionais e internacionais, lançamento de catálogo e textos (físicos e na plataforma) e eventos especiais, além das oficinas do programa “Corpo Crítico”. De modo a manter viva a programação que ocorre nos dias do Festival, o FestCurtasBH apresenta, após o término da edição, uma programação itinerante que percorre escolas e centros culturais da capital mineira e de mais de 30 cidades no interior de Minas Gerais.

FUNDAÇÃO CLÓVIS SALGADO – Com a missão de fomentar a criação, formação, produção e difusão da arte e da cultura no Estado, a Fundação Clóvis Salgado (FCS) é vinculada à Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais (Secult). Artes visuais, cinema, dança, música erudita e popular, ópera e teatro, constituem alguns dos campos onde se desenvolvem as inúmeras atividades oferecidas aos visitantes do Palácio das Artes, CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais – e Serraria Souza Pinto, espaços geridos pela FCS.  A instituição é responsável também pela gestão dos corpos artísticos – Cia. de Dança Palácio das Artes, Coral Lírico de Minas Gerais e Orquestra Sinfônica de Minas Gerais –, do Cine Humberto Mauro, das galerias de arte e do Centro de Formação Artística e Tecnológica (Cefart). A Fundação Clóvis Salgado também é responsável pela gestão do Circuito Liberdade. Em 2020, quando celebrou 50 anos, a FCS ampliou sua atuação em plataformas virtuais, disponibilizando sua programação para público amplo e variado. O conjunto dessas atividades fortalece seu caráter público, sendo um espaço de todos e para todos.


Texto: Fundação Clóvis Salgado


Área restrita ao
sistema de compras
e contratações

Área restrita aos colaboradores da APPA, dedicada a informativos e documentos internos