Curso Intensivo de Formação Musical e Preparação para as Universidades de Música

Curso Intensivo de Formação Musical e Preparação para as Universidades de Música

Nas provas de habilidade específica aplicadas nos processos seletivos de ingresso nas universidades de música do estado, do país e do mundo, são aferidas certas competências musicais e o conhecimento de uma série de conceitos de teoria musical. Neste curso, o aluno desenvolverá essas habilidades e aprenderá os conteúdos requisitados nas provas específicas de música, através de um percurso que partirá do elementar e vai até a consolidação de uma base sólida para o melhor aproveitamento de um curso de graduação em música. O curso é também voltado para músicos profissionais e amadores que objetivem aprender a ler partitura e teoria musical.

 

Objetivos

– Apresentar ao aluno os vários aspectos atinentes a noções básicas de teoria musical como ritmo, harmonia, dinâmica, agógica, textura, articulação e forma.
– Exercitar intensivamente a percepção auditiva, a escrita, a leitura rítmico-melódica e o solfejo.
– Desenvolver a coordenação motora para a realização de sequências rítmicas distintas (ação combinada).
– Habilitar o aluno ao reconhecimento auditivo de intervalos e de elementos básicos da Harmonia Funcional (Tônica, Dominante e Sub dominante).
– Promover a escuta dos principais componentes formais do repertório frequente nas avaliações (Forma binária, ternária, rondó, sonata, etc).
– Desenvolver a escuta de intervalos melódicos/harmônicos e as diferenças de durações curtas/longas e de movimentos melódicos descendentes/ascendentes e o exercício do ditado.
– Reconhecer auditivamente o timbre dos instrumentos orquestrais.

Conteúdo

– Ritmo – Leitura, compassos simples e compostos.
– Harmonia – Acordes perfeito maior, perfeito menor, com 5ª diminuta, com 5ª aumentada, dominante com 7ª, estado fundamental, inversões e funções tonais (Tônica, Subdominante e Dominante).
– Articulações – Legato, non legato, staccato, etc.
– Ditado: melódico, harmônico e rítmico.
– Noções de história da música: música medieval, renascentista, barroca, clássica, romântica e música do séc.XX.
– Estruturação rítmico-melódica – seções, períodos, frases e motivos.
– Forma – Função das seções, formas binária, ternária, rondó, tema e variações e sonata.
– Grafia musical tradicional: pentagrama, claves, alturas, figuras rítmicas, fórmula de compasso, sinais de repetição, ligadura e ponto de aumento.
– Intervalos – justos, perfeitos, maiores, menores, aumentados, diminutos, ascendentes, descendentes, tom e semitom.
– Ornamentação – trinado, mordente, grupeto, apojatura e arpejos.
– Ostinato – rítmico, melódico e harmônico.
– Sinais de expressão – Dinâmica, andamento, agógica e suas representações gráficas.
– Sincope, contratempo e anacruse.
– As propriedades do som – altura, intensidade, timbre e duração.
– Noções de acústica – a série harmônica,
– Textura – monodia, melodia acompanhada, polifonia, heterofonia, variação de densidade e de registros.
– Timbre – os naipes e os instrumentos da orquestra sinfônica e da música popular.
– Tonalidade – armadura de clave, tons relativos e homônimos, escala maior e menor.
– Transposição – transposição escrita de trechos para outras claves.

Público-alvo

O curso é voltado para alunos com intenção de ingressar em uma universidade de música, mas ele também atende a músicos profissionais e amadores que queiram aprender a ler partitura e formalizar um conhecimento intuitivo.

Professores

Rafael Macedo – atua como professor na Fundação de Educação Artística há dez anos. Na escola, o compositor fez os cursos livres de Musicalização, Harmonia e Contraponto, bem como workshops e residências artísticas com compositores como Edgar Alandia (BOL), Samir Odeh-Tamimi (ISR) e Roberto Victorio. Além disso, Macedo graduou-se pela UEMG e estudou piano com Joana Boechat e Júnia Canton, e violão clássico com Thiago Nunnes.

Rafael Pimenta – é formado em Composição Musical pela UFMG sob orientação dos professores Sérgio Freire Garcia, João Pedro Oliveira e Oiliam Lanna. É professor de musicalização e apreciação musical na Fundação de Educação Artística desde 2011. Trabalhou por três anos nos projetos de pesquisa “Criação de um instrumento de percussão virtual para a música Solo, de K. Stockhausen” e “Estudo das possibilidades articulatórias da mão direita de violonistas baseado em captação sonora hexafônica e processamento digital de sinais” no Laboratório de Sistemas Musicais Interativos da Escola de Música da UFMG, tendo dois artigos publicados nos ANAIS dos congressos da ANPPOM de 2011 e 2012. Atualmente tem como foco de estudo sistemas musicais interativos, música eletroacústica e composição algorítmica.

O evento tem correalização da APPA- Arte e Cultura.

INFORMAÇÕES GERAIS
O quê? Curso Intensivo de Formação Musical e Preparação para as Universidades de Música
Onde? Fundação de Educação Artística (R. Gonçalves Dias, 320 – Funcionários, Belo Horizonte/MG)
Quando?  Entrevistas: 14 e 15 de março |Curso: março a dezembro de 2019 (início em 19/3, às 19h)
Quanto? R$ 220,00/mês (duzentos e vinte reais por mês)
Informações para o público:  (31) 3226 6866 ou secretaria@feabh.org.br