Acervo FCS – Objetos

De 14 de dezembro a 03 de fevereiro, a Fundação Clóvis Salgado apresenta a exposição Acervo FCS – Objetos. Pela primeira vez, serão expostas em conjunto as obras tridimensionais de diversos artistas, como Ângelo Marzano, Paulo Schimidt, Celeida Tostes, Toshiko Ishii, Marcone Moreira, entre outros. São obras em tamanhos variados, em diversos suportes e materiais, como cerâmica, madeira e concreto. Trata-se de uma das raras oportunidades para o público conhecer e apreciar os diferentes momentos criativos de nomes importantes para as artes visuais do Brasil.

Com curadoria de André Murta, da Gerência de Artes Visuais da FCS, a exposição ocupa o espaço Acervo FCS, ao lado do Café do Palácio, com entrada pelo Jardim do Parque Municipal. Esse espaço, que já recebeu três exposições de acervos neste ano – Acervo Desenhos, Acervo Gravuras e Acervo de Figurinos do Centro Técnico de Produção e Formação Raul Belém Machado (CTPF-RBM) – confirma a versatilidade e a pluralidade do complexo cultural do Palácio das Artes. “Foram abertas ao público do Palácio das Artes, nesse ano, exposições de linguagens específicas do seu acervo, com o intuito de mostrar a memória da instituição. Para a última mostra do Acervo FCS de 2018, optamos por uma exposição dos objetos que passaram a integrar o acervo da FCS nos últimos 40 anos”, destaca Murta.

Entre as obras de maior destaque, está uma escultura do artista paulista Paulo Nenflidio, Totem 2, um autômato sonoro construído em madeira, circuitos eletrônicos, motores, amplificadores e sucata que atinge mais de 3 metros de altura. O mineiro Ângelo Marzano também compõe a exposição com sua escultura Levemente Excalibur, feita com madeira, pregos, pigmento e cera. A obra em cerâmica Útero, da escultora carioca Celeida Tostes, também faz parte da mostra. Segundo o curador, proporcionar o acesso do público mineiro a essas obras, unidas em um só espaço, é uma forma de valorizar um acervo múltiplo que merece ser apreciado. “A seleção das obras destaca a pluralidade do ACERVO FCS, convidando o público para constituir relações, estabelecer conexões e construir narrativas”, conclui Murta.

VISITAS MEDIADAS

Com o propósito de difundir conceitos importantes sobre as artes visuais, cultura e contemporaneidade, a Fundação Clóvis Salgado realiza visitas mediadas às galerias de artes visuais e de fotografia do Palácio das Artes e da CâmeraSete – Casa da Fotografia de Minas Gerais. A mediação é realizada pelos professores da Escola de Artes Visuais do CEFART.

As Visitas Mediadas acontecem às terças, quartas e quintas-feiras, às 9h30, 14h, 15h30 19h e têm a duração máxima de 1 hora e 30 minutos.

Os agendamentos são realizados exclusivamente pelo e-mail agendamento.galerias@fcs.mg.gov.br

Parceria: APPA- Arte e Cultura. 

INFORMAÇÕES GERAIS
O quê? Acervo FCS – Objetos
Onde? Espaço Acervo FCS – Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1.537, Centro – Belo Horizonte/MG)
Quando?  14/12/2018 a 03/02/2019 | terça a sábado (9h30 às 21h) – domingos (16h às 21h)
Entrada? Gratuita
Informações para o público: (31) 3236-7400