Lírico em Concerto | Novembro

Lírico em Concerto | Novembro

Crédito: Paulo Lacerda

Dando início às comemorações dos 40 anos do Coral Lírico de Minas Gerais, que serão completados em 2019, a Fundação Clóvis Salgado apresenta uma edição especial da série Lírico em Concerto. No dia 28 de novembro, o palco do Grande Teatro do Palácio das Artes recebe um grande e inovador encontro entre o Coral Lírico e a Cia de Dança Palácio das Artes, interpretando obras que integram o repertório do Coro, em um “concerto dançado”. Sob regência da maestrina e regente titular do CLMG, Lara Tanaka, o concerto tem direção cênica e coreográfica do bailarino e coreógrafo Cristiano Reis, regente da CDPA.

A apresentação contará, ainda, com a participação especial de membros da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, integrando-se à homenagem. O repertório inclui obras de importantes compositores do século XX, como Benjamin Briten, Gabriel Faurè, Claude Debussy e Samuel Barber, entre outros grandes nomes da música coral.

 

PROGRAMA

A Ceremony of Carols 

Benjamin Briten (coro, harpa e solista)

Water Night 

Eric Whitacre (coro a capella)

Requiem – Pavane 

Gabriel Faurè (coro, piano e Flauta)

Cantique de Jean Racine 

Gabriel Faurè (coro e piano)

Madrigal 

Gabriel Faurè (coro e piano)

Trois Chansons 

Claude Debussy (coro a capella e uma solista)

L’isle Joyeuse   

Claude Debussy (solo instrumental piano)

Agnus Dei 

Samuel Barber (coro a capella )

Five Hebrew Love Songs 

Eric Whitacre (coro, piano e viola)


Coral Lírico de Minas Gerais

O Coral Lírico de Minas Gerais é um dos raros grupos corais que possui programação artística permanente e interpreta repertório diversificado, incluindo motetos, óperas, oratórios e concertos sinfônico-corais. Sua atual regente titular é Lara Tanaka. Participa da política de difusão do canto lírico promovida pelo Governo de Minas Gerais, por meio da Fundação Clóvis Salgado, a partir da realização dos projetos Concertos no Parque, Lírico Sacro, Sarau ao Meio-dia, Lírico em Concerto, além de integrar as temporadas de óperas realizadas pela FCS. O objetivo desse trabalho é fazer com que o público possa conhecer e fruir a música coral de qualidade. Também os concertos que o Grupo realiza em cidades do interior de Minas e capitais brasileiras contribuem para a democratização do acesso do público ao canto coral. As apresentações têm entrada gratuita ou preços populares. Já estiveram à frente do Coral Lírico de Minas Gerais os maestros Luiz Aguiar, Marcos Thadeu, Carlos Alberto Pinto Fonseca, Ângela Pinto Coelho, Eliane Fajioli, Silvio Viegas, Charles Roussin, Afrânio Lacerda, Márcio Miranda Pontes e Lincoln Andrade. Criado em 1979, o Coral Lírico de Minas Gerais é um dos corpos artísticos da Fundação Clóvis Salgado.


Lara Tanaka – regente do Coral Lírico de Minas Gerais

Nascida em Belo Horizonte, Lara Tanaka estudou piano no Conservatório Mineiro de Música e Regência na Escola de Música, instituições da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Estudou com Sérgio Magnani, Roberto Tibiriçá, Cláudio Ribeiro, Per Brevig (EUA), Mogens Dahl (Dinamarca) e Nelson Niremberg (EUA). Em 2000 regeu a ópera Le Nozze di Figaro, de W. A. Mozart, com a Orquestra Sinfônica da Escola de Música da UFMG. Ministrou aulas de Regência no 33º Festival de Inverno da UFMG e, em 2001, dirigiu a oficina de coral infantil no Festival Nacional de Música de Câmara na Paraíba. Em 2003, gravou o CD Villa-Lobos e os Brinquedos de Roda, com o Coral Infantojuvenil Palácio das Artes e o Grupo de Percussão da UFMG.A obra foi finalista do Prêmio TIM da Música de 2004, na categoria de melhor CD infantil. Em 2007, trabalhou na direção vocal do CD Os Cocos, também finalista do Prêmio TIM da música de 2007 nas categorias de melhor CD regional e melhor grupo regional. Atua como cravista continuísta em diversos grupos de música antiga e com as orquestras da Musicoop, Orquestra da Universidade Federal de Ouro Preto e Orquestra Sinfônica de Minas Gerais. De 2008 a 2012 atuou como cravista na Oficina de Música de Curitiba. Em 2013, foi pianista do Coral Ars Nova da Universidade Federal de Minas Gerais. Foi regente titular do Coral Infantojuvenil Palácio das Artes de 2001 a 2015. É regente titular do Coral Lírico de Minas Gerais.


Cia de Dança Palácio das Artes 

Corpo artístico da Fundação Clóvis Salgado, é reconhecida como uma das mais importantes companhias do Brasil e é uma das referências na história da dança em Minas Gerais. O Grupo desenvolve hoje um repertório próprio de dança contemporânea e se integra aos outros corpos artísticos da Fundação – Orquestra Sinfônica de Minas Gerais e Coral Lírico de Minas Gerais – em produções operísticas e espetáculos cênico-musicais realizados pela Instituição ou em parceria com artistas brasileiros. É Diretor da Cia de Dança Palácio das Artes. Mestre em Artes Cênicas (Escola de Belas Artes da UFMG, 2011), Gestor Cultural (Fundação Clóvis Salgado, 2001), bailarino, coreógrafo, consultor cênico, professor e preparador corporal de atores. Bailarino da Cia de Dança Palácio das Artes de 2000 a 2015, recebeu duas vezes o prêmio de Melhor bailarino, Sesc/Sated-MG e Sinparc/Usiminas pelas coreografias “Quimeras” e “Carne Agonizante’ em 2008 e também prêmio de Revelação em Artes Cênicas Sesc/Sated-MG pelo espetáculo “Coreografia de Cordel” em 2005. Como coreógrafo, recebeu prêmios em festivais como o Festival de Joinville, Passo de Arte, FestSesi/Araxá, Dança Ribeirão, Festdança/São José dos Campos, São Leopoldo em Dança, entre outros. Destacam-se os prêmios de Melhor Coreógrafo do CBDD de Uberaba e Prêmio estímulo do Festival de Dança do Triângulo de Uberlândia, ambos em 2010.


Cristiano Reis

É Diretor da Cia de Dança Palácio das Artes. Mestre em Artes Cênicas (Escola de Belas Artes da UFMG, 2011), Gestor Cultural (Fundação Clóvis Salgado, 2001), bailarino, coreógrafo, consultor cênico, professor e preparador corporal de atores. Bailarino da Cia de Dança Palácio das Artes de 2000 a 2015, recebeu duas vezes o prêmio de Melhor bailarino, Sesc/Sated-MG e Sinparc/Usiminas pelas coreografias “Quimeras” e “Carne Agonizante’ em 2008 e também prêmio de Revelação em Artes Cênicas Sesc/Sated-MG pelo espetáculo “Coreografia de Cordel” em 2005. Como coreógrafo, recebeu prêmios em festivais como o Festival de Joinville, Passo de Arte, FestSesi/Araxá, Dança Ribeirão, Festdança/São José dos Campos, São Leopoldo em Dança, entre outros. Destacam-se os prêmios de Melhor Coreógrafo do CBDD de Uberaba e Prêmio estímulo do Festival de Dança do Triângulo de Uberlândia, ambos em 2010.


Lei da meia-entrada:  A Lei Federal nº 12.933/2013 dispõe sobre o benefício do pagamento de meia-entrada para estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de 15 a 29 anos comprovadamente carentes em espetáculos artísticos culturais e esportivos. Clique e acesse o texto na íntegra.

O evento tem correalização da APPA- Arte e Cultura.

INFORMAÇÕES GERAIS
O quê? Lírico em Concerto
Onde? Grande Teatro do Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1537, Centro – Belo Horizonte/MG)
Quando? 28 de novembro | 20h30
Entrada? R$ 20,00 (inteira) e R$10,00 (meia-entrada) COMPRAR INGRESSO
Informações para o público: (31) 3236-7400