Carregando...
DIARTNotícias

Encontro com a Cia. de Dança

Provocar discussões e ampliar o diálogo sobre o olhar feminino na dança, além de reafirmar o papel público da Cia. de Dança Palácio das Artes. Essa é a proposta da 2ª edição dos Encontros com a Cia. de Dança, que dessa vez destaca a temática Olhares sobre o Feminino na Dança. Promovido pela Fundação Clóvis Salgado, entre os dias 9 e 16 de dezembro, o evento tem uma programação repleta de atividades que propõem uma proximidade entre os bailarinos da Cia. de Dança Palácio das Artes (CDPA), o público e a comunidade da dança. Toda a programação é gratuita.

Acesse a PROGRAMAÇÃO.

Inspirado em lalangue: carta à mãe, espetáculo com direção de Morena Nascimento e baseado em diversos manifestos femininos, o evento, em certa medida, busca discutir a construção do feminino. “O feminino aqui não é só gênero. E podemos ampliar o diálogo sobre o que é este feminino. Não é dar respostas. É provocar reflexões”, explica Cristiano Reis, diretor artístico da Cia. de Dança Palácio das Artes e responsável pela curadoria do evento.

Olhares sobre o feminino na dança contempla oficina sobre dança afro-brasileira, ministrada pela professora convidada Júnia Bertolino, e oficina com o tema O entre como espaço de ação e de mudança de hábito, com o bailarino da CDPA Ivan Sodré; workshop de trechos do repertório coreográfico da CDPA, para bailarinos e bailarinas; ensaio aberto; além da apresentação do espetáculo lalangue: carta à mãe. Um dos destaques da programação é a roda de conversa para discutir o feminino na dança, com o psicanalista Sanzio Canfora, a coreógrafa e bailarina Morena Nascimento, a antropóloga e jornalista Júnia Bertolino, que trabalha com dança africana, além da professora, artista, performer e bailarina Paola Rettore.

“Promover uma roda de conversa com três mulheres é uma tentativa de contemplar, dentre o diverso e a amplitude que este tema convoca, um olhar sobre o feminino. Uma tentativa porque são muitos os femininos, são muitas as mulheres, porque foram (e ainda são) desiguais os contextos das diversas mulheres. Somos muitas, somos plurais, mas estamos juntas. Por isso é importante fortalecer o lugar de fala da mulher. Você pode ser homem e ter olhares sobre a mulher, mas será um ponto de vista suspeito. Você (homem), ao mesmo tempo, será parte e juiz. O mundo que vivemos está cheio de leis criadas por homens. Precisamos fortalecer o lugar de fala da mulher. Da mulher preta, da mulher trans, da mulher cis, da mulher lésbica, da mulher que envelhece, da mulher…”, pontua Lívia Espírito Santo, bailarina da Cia. de Dança.

Para Cristiano Reis, a 2ª edição dos Encontros com a Cia. de Dança, por meio de Olhares sobre o Feminino na Dança, é mais uma oportunidade do público se aproximar do trabalho da CDPA de uma forma afetiva. “Não existe tabu nas nossas formações de público e de artistas, uma vez que eles podem vir aqui, entrar nos nossos espaços de trabalho e conhecer os bailarinos. É não vir até aqui, comprar ingresso, assistir de longe e ir embora. É uma forma diferente de tocar o público”, reflete.

As inscrições podem ser realizadas por meio de preenchimento de formulário online. https://forms.gle/aELErbsULcEdhBdZ6

 

Programação aberta e diversa – As atividades do evento Encontros com a Cia. de Dança Palácio das Artes – Olhares sobre o Feminino na Dança, terão início com a Aula Aberta com o professor Marcos Elias (técnica clássica), na segunda-feira, 9 de dezembro, às 13h, na sala de ensaios da Cia. (estúdio Klauss Vianna). Em seguida, às 15h, o público – restrito a estudantes e profissionais de dança – vai conferir o Workshop de trechos do repertório da Cia., com os bailarinos da CDPA.

 

No dia seguinte, terça-feira, 10 de dezembro, será realizada a oficina de criação Do corpo cotidiano ao corpo poético, com Cristiano Reis. Durante o turno da tarde, o professor vai trabalhar formas e técnicas de sensibilização que auxiliam na construção de um corpo poético. Ao todo, são 20 vagas para um público formado por estudantes e profissionais de dança, teatro e áreas afins, que se interessam pelo movimento e pela criação.

 

Já na quarta-feira, 11 de dezembro, às 13h, a professora convidada Júnia Bertolino, ministra a oficina Dança Afro-Brasileira para 50 pessoas, utilizando técnicas distintas em comparação com as primeiras atividades.

 

Na quinta-feira, 12 de dezembro, às 13h, o professor e bailarino da Cia. de Dança Palácio das Artes, Ivan Sodré, realiza a oficina O entre como espaço de ação e de mudança de hábito, voltada para um público diverso formado por estudantes e profissionais de dança, teatro e áreas afins.

 

Já na sexta-feira, 13 de dezembro, acontece a Roda de Conversa com convidados para discutir o tema: Olhares sobre o feminino na Dança. O bate-papo contará com as presenças de Morena Nascimento, Sânzio Canfora, Júnia Bertolino e Paola Rettore.

 

Para encerrar a programação da 2ª Edição do Encontros com a Cia. de Dança – Olhares sobre o Feminino na Dança, o público poderá conferir a apresentação do espetáculo lalangue: carta à mãe. Serão duas apresentações gratuitas, no domingo, 15 de dezembro, às 19h, e na segunda-feira, 16 de dezembro, às 20h30, no Grande Teatro Cemig Palácio das Artes. Neste espetáculo, a plateia de 200 espectadores fica no palco. Os ingressos podem ser retirados 1 hora antes, no Balcão de Informações do Palácio das Artes.

Este evento tem correalização da APPA – Arte e Cultura.

 INFORMAÇÕES GERAIS 
 O quê? Encontro com a CIA. de Dança
 Quando? 09/12 – 16/12
 Onde? Palácio das Artes | Av. Afonso Pena, 1537. Centro. Belo Horizonte
 Entrada? Gratuita. Inscrições.
 Informações para o público (31) 3236-7400